Monday, July 4, 2011

Nunca é muito tarde para começar a crescer...




Deus quer que crescamos[...]em tudo como Cristo.Ef.4.15

O proposito disposto para nos nao e que continuemos como criancas.Ef.4.14

Deus quer que você cresça.
O objetivo do Pai celestial é que você amadureça e
desenvolva as características de Jesus Cristo.
Lamentavelmente, milhões de cristãos envelhecem, mas
nunca crescem. Emperram numa perpétua infância
espiritual, permanecendo de fraldas e sapatinhos de
crochê. O motivo é que nunca pretenderam crescer.
Crescimento espiritual não é algo automático.
É necessário que haja um compromisso voluntário. Você
deve querer crescer, decidir crescer, fazer um esforço
para crescer e persistir em crescer. O discipulado — o
processo de se tornar semelhante a Cristo — sempre
começa com uma decisão. Jesus nos chama, e nós
respondemos: “Venha, seja meu discípulo”, Jesus lhe
disse. Então Mateus levantou-se e o seguiu.

A parte de Deus e a sua parte: Tornar-se
semelhante a Cristo é o resultado de fazer escolhas em
conformidade com ele, dependendo de seu Espírito para
ajudá-lo a consumar essas escolhas. Uma vez que tenha
decidido seriamente se tornar semelhante a Cristo, você
deve começar a agir de maneira diferente. Você precisará
se livrar de alguns procedimentos antigos, desenvolver
novos hábitos e intencionalmente mudar sua forma de
pensar. Esteja certo de que o Espírito Santo o ajudará
nessas mudanças.

Alterando seu piloto automático: Para mudar sua
vida, você deve mudar sua forma de pensar. Por trás de
tudo que você faz, há um pensamento. Todo
comportamento é motivado por uma crença, e toda ação
é estimulada por uma atitude.

Recebemos a seguinte ordem:
Tenham entre vocês o
mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha.Isso se
divide em duas partes. A primeira metade dessa
alteração mental é parar de ter pensamentos imaturos,
os quais são egocêntricos e egoístas. A Bíblia diz: Deixem
de pensar como crianças. Com respeito ao mal, sejam
crianças; mas, quanto ao modo de pensar, sejam
adultos.
A segunda parte da mudança que leva a pensar
como Jesus é começar a ter pensamentos maduros, os
quais se concentram nos outros, e não em você mesmo.
Em seu grande capítulo sobre o que é o verdadeiro
amor, Paulo concluiu que pensar nos outros é a marca
da maturidade: Quando eu era menino, falava como
menino, pensava como menino e raciocinava como
menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as
coisas de menino.
A vida cristã é muito mais do
que credos e convicções; ela inclui conduta e caráter.
Nossos atos devem ser coerentes com nossa fé, e nossas
crenças devem ser respaldadas por um comportamento
cristão.
O cristianismo não é uma religião ou uma filosofia,
mas um relacionamento e um estilo de vida. A essência
desse estilo de vida, como Jesus disse, é pensar nos
outros, e não em nós mesmos. A Bíblia diz: Devemos
pensar no bem deles e tentar ajudá-los, fazendo coisas
que agradam a eles. Nem mesmo Cristo tentou
agradar a si mesmo.
Pensar nos outros é o cerne de se tornar
semelhante a Cristo, e a melhor evidência de
crescimento espiritual. Esse tipo de pensamento não é
natural, é contra-cultural, raro e árduo. Felizmente,
temos ajuda: Deus nos deu o seu Espírito. Por isso não
pensamos da mesma forma que as pessoas deste
mundo,que o Espírito Santo nos ajude a
crescer.

Fonte:texto extraido do livro:''Uma vida com Propositos'' by Rick Warren

No comments:

Post a Comment