Thursday, December 9, 2010

Deus Vê o Nosso Potencial


O Senhor quer efetuar grandes maravilhas através de nós.
Mas o nosso futuro começa no pensamento.
Por isso é importante que tenhamos um
pensamento sadio, um conceito adequado de
nós mesmos. Só conseguiremos isso se aceitarmos
aquilo que Deus pensa e diz a nosso respeito.
Na verdade, isso não é apenas importante. É decisivo.
Certa vez, ouvi a história de um fazendeiro
que encontrou um ninho de águias.
Dentro dele havia um filhote. Ele o pegou e o
levou para casa e passou a criá-lo no galinheiro.
A ave cresceu no meio das galinhas,
acreditando ser uma delas.
Já grande, ciscava no terreiro e dormia
empoleirada como todas as outras.
Ela possuía fortes asas que poderiam
levá-la para bem longe dali - para as alturas
e para a liberdade - no momento em que ela
quisesse.Mas aquele homem nem precisava
prendê-la para que ficasse no seu quintal,
comendo ração e caçando minhocas.
A ave não sabia do que era capaz. Desconhecia
o fato de que era águia. Julgava-se tão galinha
quanto as companheiras depoleiro.
E, por isso, só conseguia ter uma vida de galinha.
E muitos de nós vivem assim. Temos o potencial
de voar nas alturas, como as águias. Contudo, por medo,
covardia, ou uma falsa imagem de nós mesmos,
vivemos como "galinhas", presas ao chão.
Temos os céus como limite, e nos contentamos
com a"grama" do quintal.
Precisamos compreender que o Senhor nos
deu capacidade e talentos, e que temos potencial
para alcançarmos o que Deus quer. E temos de
desenvolvê-los, aplicá-los e fazer a obra que o Senhor
tem para nós. Deus sabe do seu valor!
Pare de esconder-se! Mostre-se! No
princípio talvez seja difícil. Será necessário
coragem para agir de um jeito diferente desse
a que você se habituou. E preciso determinação para fazer
coisas novas e aprender com os erros que
naturalmente irá cometer. Mas a presença de Deus,
acreditando,dando força, abençoando, é garantida.
E ela é suficiente para fazer de você mais do
que um vencedor. "Eu estou contigo", é a
promessa do Senhor.

fonte:Livro:''Como Deus te ve''(Jorge Linhares''
http://comodeusteve.blogspot.com/

Wednesday, December 8, 2010

Deus nos Vê com Amor


"Desembarcando, viu Jesus uma grande multidão, compadeceu-se dela e curou os seus enfermos." (Mateus 14.14 - grifo doautor.)El Roí - O Deus que Vê"
Então, ela invocou o nome do Senhor, que lhe falava: Tu ésDeus que vê; pois disse ela: Não olhei eu neste lugar para aquele que me vê?" (Gênesis 16.13.) O Senhor é El Roí, o Deus que vê. Ele é onipresente, e seus olhos não estão fechados. Ele não está dormindo, alheio às circunstâncias. Ele vê.
Nessa passagem de Gênesis 16, o anjo do Senhor encontra a escrava Hagar, perdida no deserto, depois de fugir de sua ama, Sara. Nada está escondido aos olhos do Senhor. Ele nos vê, mesmo quando estamos perdidos, no deserto, sedentos, desesperados. Jesus Vê "Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença." (João9.1 - grifo do autor.)
Esse homem nascera assim. Seus olhos jamais viram abeleza de uma paisagem ou um lindo pôr-do-sol. Sua vida era escura, sem cores.
Naquele tempo, um homem cego estava condenado ao abandono e à miséria. Miserável. Acabado. Ele se sentia assim. Se morresse, ninguém perceberia que ele se fora. Ninguém se importava com ele. Quer dizer... quase ninguém, porque a Bíblia diz que"caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença". Jesus é maravilhoso. Não importa como estejamos, ele nos vê. Ele viu, no meio da multidão, aquele pobre cego. Ninguém passa despercebido para Jesus. Ele sabe quando um pássaro morre e quando um fio de cabelo cai. Cada um de nós é único para o Senhor. Ele se preocupa conosco. Ele conhece todos os nossos sonhos, frustrações etristezas. Ele viu o cego. E vê a nós também.

fonte:Livro ''Como Deus te ve''(Jorge Linhares)
Para ler o livro: http://comodeusteve.blogspot.com/

Tuesday, December 7, 2010

Orgulho e Vergonha...





Você nunca teria imaginado que o orgulho e a vergonha são irmãos. Parecem tão diferentes. O orgulho lhe faz estufar o peito. A vergonha lhe faz agachar a cabeça. O orgulho alardeia. A vergonha faz ocultar-se. O orgulho procura ser visto. A vergonha cuida de ser evitada.
Mas não se deixe enganar, as emoções têm o mesmo parentesco e causam o mesmo impacto: o mantêm afastado de seu Pai.
O orgulho diz: «Você é muito bom para Ele».
A vergonha diz: «Você é muito mau para Ele».
O orgulho o afasta.
A vergonha o mantém afastado.
Se o orgulho estiver presente antes de uma queda, a vergonha é o que vai impedi-lo de se levantar depois.

Fonte:''Ele escolheu vc''(Max Lucado)

Friday, December 3, 2010

O gosto amargo da vinganca

Justiça ou vingança? É a justiça que exige que aqueles que fazem o mal contra nossa sociedade devam ser punidos por esta mesma sociedade. Mas justiça é muito diferente de vingança. Vingança é uma questão de coração. A vingança diz: “Espere. Vou pegar você!”
Quando somos magoados ou ofendidos, não demora muito para que nos vejamos querendo acertar as contas com aqueles que estão em divida conosco.
Não há alguém que lhe deva algo? Uma desculpa? Uma segunda chance? Um novo começo? Uma explicação? Um agradecimento? Uma infância? Um casamento? Pare e pense nisso (o que não o incentivo a fazer por muito tempo), e você poderá fazer uma lista de muita gente que está em divida para com você. Seus pais deveriam ter sido mais protetores. Seus filhos deveriam ter sido mais gratos. Seu cônjuge deveria ser mais sensível. Seu Pastor deveria ter sido mais atencioso.
O que você vai fazer com os que estão em divida com você? As pessoas de seu passado meteram as mãos no seu bolso e levaram o que era seu. O que você vai fazer? Poucas perguntas são mais importantes; lidar com a divida é algo que está na essência de sua felicidade.
Jesus disse: “Pois se perdoarem as ofensas um dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas” (Mateus 6.14,15).
Jesus não questiona a realidade de suas feridas. Ele não duvida que tenham pecado contra você. A questão não é a existência da dor; a questão é o tratamento da dor. O que você vai fazer com suas dividas?
Para começar, você paga um preço que envolve seu relacionamento com outras pessoas.
Você já percebeu nos filmes de faroeste como o caça-recompensas viaja sozinho? Não é difícil entender por que isso acontece. Quem quer andar com um sujeito que ajusta contas para ganhar a vida? Quem quer se arriscar a tê-lo como inimigo? Mais de uma vez, ouvi um homem despejar a sua raiva. Ele achava que eu estava ouvindo, quando, na verdade, eu estava pensando: Espero nunca fazer parte de sua lista. Que tipos briguentos esses caça-recompensas! Melhor deixá-los sozinhos. Ande com gente irritada e você poderá ser atingido por uma bala perdida. Acertar dívidas é uma ocupação solitária. É também uma ocupação prejudicial à saúde.
Você paga um preço alto fisicamente.
A Bíblia coloca ainda mais claramente esta questão: “O ressentimento mata o insensato” (Jó 5.2).
Jó estava certo quando disse: “Você, que se dilacera de ira!” (Jó 18.4). Você já percebeu que descrevemos as pessoas que nos aborrecem como pessoas que “enchem a paciência”? A que paciência estamos nos referindo? Com certeza, não a delas. Somos nós que sofremos.
Se estiver interessado em ajustar contas, você nunca descansará. Como isso se dá? Para começar, seu inimigo talvez nunca chegue a pagar o que deve. Por mais que você pense que mereça uma desculpa, pode ser que quem lhe deve desculpa não concorde com tal avaliação. O racista talvez nunca se arrependa. O chauvinista talvez nunca mude. Por mais que tenha argumentos em sua busca por vingança, talvez essa justiça nunca lhe dê nada. E, se você ganhar algo, isso lhe bastará?
Pensemos, de fato, nisso. Até onde a justiça é suficiente? Imagine seu inimigo por um instante. Imagine-o amarrado a uma coluna para ser chicoteado. O homem de braços fortes que está com o chicote se vira para você e pergunta: “Quantas chicotadas?” E você dá um numero. O chicote bate, o sangue se espalha e o castigo é infligido. Seu inimigo cai ao chão e você vai embora.
Você está feliz agora? Sente-se melhor? Está em paz? Talvez por um tempo sim; mas logo outra lembrança virá à tona e outra chicotada será necessária. Quando tudo isso termina?
Isso para quando você leva a serio as palavras de Jesus: “Pois se perdoarem as ofensas um dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas” (Mateus 6.14,15).
“Trata-me como trato o meu próximo.” Você está ciente de que é isso que está dizendo para o seu Pai? “Dá-me o que dou a ele. Concede-me a mesma paz que concedo aos outros. Deixa-me desfrutar da mesma tolerância que ofereço.” Deus irá tratá-lo como você trata os outros.
Você gostaria de ter paz? Então, pare de infernizar o seu próximo. Quer desfrutar da generosidade de Deus? Então deixe que os outros desfrutem da sua. Gostaria de ter convicção de que Deus o perdoa? Acho que você sabe o que precisa fazer.

Fonte:Dias melhores virao (Max Lucado)

Thursday, December 2, 2010

lancamento cd Damares ''Diamante''


Acho que este e o cd pentecostal mais esperado do ano por todos que sao admiradores do ministerio da cantora Damares;
Entao...JA CHEGOU! e posso garantir...pra quem gostou,adorou,amou e cantou todas
as musicas do cd ''sabor de mel'',vai ser impactado mais uma vez.
os louvores sao lindos,e segue a mesma linha do repertorio do cd anterior.
e ainda conta com a participacao do irmao Lazaro,na musica''Derrama Shekinah'';
me surpreendi com a musica ''na mesa do rei''da compositora e tbm cantora Tangela Vieira,
(guardem esse nome,prometeeee...).
uma das minha preferidas e a musica ''Preciosidade''.
e na minha opiniao...E O MELHOR CD PENTECOSTAL DE 2010!
Parabens Damares,e toda a producao do cd!

1:Diamante
2:De repente
3:Um novo vencedor
4:Gloria
5:Fim do mundo
6:Sacrificio e adoracao
7:Na mesa do rei
8:Derrama Shekinah
9:Quem viver vera
10:Adoracao sem fim
11:Acao de Deus
12:Preciosidade
13:O Brasil e do Senhor
14:Consolador